Repercussões do Programa Mulheres Mil nas trajetórias de vidas femininas: uma análise textual

Nilva Celestina Carmo, Maria das Dores Saraiva de Loreto, Elisabete Corcetti, Fabíola Faria da Cruz Rodrigues

Resumo


A economia brasileira vem passando por mudanças, que induzem à implantação de políticas públicas inclusivas e, dentre essas ações, insere-se o Programa Mulheres Mil (PMM). Evidências empíricas têm questionado a eficácia dessas políticas, em função da sua focalização e fragmentação. Nesta pesquisa, objetivou-se analisar a repercussão do PMM na trajetória de vida das mulheres. A pesquisa, realizada em municípios de Barbacena e Barroso, e Minas Gerais e nas cidades de Vitória, Guarapari e Colatina, do Espírito Santo, fez uso da pesquisa bibliográfica e documental, bem como de entrevistas semiestruturadas, cujos dados foram examinados pela análise de conteúdo e textual, com o apoio do software IRaMuTeQ (Interface de R pourles Analyses Multidimensionnelles de Texteset de Questionnaires). Os resultados evidenciaram que o PMM apresenta limitações no enfrentamento da exclusão social feminina, com poucas mudanças no nível educacional e baixa inserção no mercado laboral; embora seja reconhecido, na percepção das mulheres, comofato marcante em suas trajetórias de vida, proporcionando melhoria da autoestima, motivação e integração social.


Palavras-chave


Política Pública Educacional; PMM; Percurso da vida; Análise lexicográfica;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31423/oikos.v29i2.3804

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Oikos: Família e Sociedade em Debate

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.