Compreensão Social do Envelhecimento e Velhice: análise semiolinguística de um dispositivo técnico

Karine Kátia Iria Luiz, Maria das Dores Saraiva de Loreto, Marco Aurélio Marques Ferreira, Simone Caldas Tavares Mafra

Resumo


Buscou-se analisar a compreensão social do envelhecimento e velhice trazida em um dispositivo técnico, trazendo à tona o imaginário sobre o idoso que foi defendido no discurso, os argumentos utilizados para retratar essa etapa da vida e as técnicas argumentativas usadas para convencer o leitor, por meio da análise semiolinguística do discurso, baseada em Charaudeau. O texto se enquadra na modalidade elocutiva e no modo de raciocínio baseado na Concessão Restritiva, Dedução por Cálculo, Explicação Pragmática e Associação dos Contrários. Compreendeu-se que o idoso é um cidadão de direitos, cujas necessidades variam conforme as condições socioeconômicas, culturais, familiares e de saúde e que o Estatuto do Idoso trouxe avanços no que diz respeito a como o idoso deve ser tratado na sociedade e contradições, ao propor medidas que podem gerar conflitos intergeracionais. Esta análise permitiu uma melhor reflexão sobre políticas públicas e para se pensar o idoso na sociedade contemporânea.

Palavras-chave


Idoso; Análise do Discurso; Políticas Públicas;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.31423/2236-8493.v29i1.353

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Oikos: Família e Sociedade em Debate

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.