Segurança e conforto de um protótipo de berço

  • Luciana Aparecida de Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Simone Caldas Tavares Mafra Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Economia Doméstica. ERGOPLAN
  • Vania Eugênia Silva Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Economia Doméstica. ERGOPLAN
  • Elza Maria Vidigal Guimarães Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Economia Doméstica.
  • Neuza Maria da Silva Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Economia Doméstica.

Resumo

O berço é o mobiliário infantil mais citado em acidentes infantis. Apesar da existência de vários modelos, muitos deles não são adequados aos seus usuários, além de serem considerados inseguros. O objetivo deste estudo foi estruturar o protótipo do ERGOBERÇO®, considerando-se  normas técnicas e avaliação in loco do protótipo por meio de entrevista estruturada respondida pelos participantes da pesquisa. O protótipo foi avaliado como mais seguro, resistente e confortável que os berços usados pelas mães e usuárias participantes do estudo. Os aspectos com maior índice de aceitação foram a grade móvel e o estrado compacto, definidos pelas usuárias como facilitadores do uso e atributo de segurança do protótipo. Mesmo este tendo sido bem avaliado e aceito pelas usuárias, será necessário reestruturá-lo para que possa se adequar ainda mais às necessidades das usuárias, sendo, além de seguro e confortável, com padrão estético compatível com a expectativa dessas consumidoras.

Palavras-chave: Ergonomia de produto. Mobiliário Infantil; Berços, segurança e conforto.

 

ABSTRACT

The cradle is the infantile furniture more mentioned in infantile accidents. In spite of the existence of several models, many of them are not appropriate to their users and considered insecure. The objective of this study was to structure the prototype of ERGOBERÇO®, considering technical norms and evaluation in loco of the prototype through structured interview answered by the participants of the research. The prototype was evaluated as safer, resistant and comfortable than the cradles used by the mothers and participant users of the study. The aspects with larger acceptance index were the movable grating and the compact base, defined for the users as facilitators of the use and attribute of safety of the prototype. Even the prototype having been very appraised and accept for the users, it will be necessary to restructure him/it so that the same can still be adapted more the users' needs, being, besides insurance and comfortable, with compatible aesthetic pattern with the expectation of these.

 

Keywords: Product ergonomics. Children's Furniture. Cribs, security and comfort.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vania Eugênia Silva, Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Economia Doméstica. ERGOPLAN
Departamento de Economia Doméstica. Habitação e Planejamento de Interiores.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13918:2000 – Móveis – Berços Infantis – Requisitos de segurança e métodos de ensaio, aspectos importantes. 2000.

BS-EN 716-2. Mobiliário. Berços infantis e berços dobráveis para uso doméstico. Métodos de ensaio. Aspectos importantes.

BS-EN 716-1. Mobiliário. Berços infantis e berços dobráveis para uso doméstico. Requisitos de Segurança.

FERREIRA, A. R. Utilização do design na gestão da qualidade: Uma mudança de paradigmas no Setor Moveleiro de Santa Maria-RS. 2008. 95 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2008.

FIALHO, J. F.; MAFRA, S. C. T. Análise ergonômica da segurança e adequabilidade de berços para crianças de 0 a 2 anos. 2005. 54 f. Relatório Técnico (Pesquisa de Iniciação Científica, PIBIC/FAPEMIG) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2005.

GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia: adaptando o trabalho ao homem. Trad. por João Pedro Stein. 4. ed. Porto Alegre: Ed. Bookman, 1998.

GUIMARÃES, C. P.; PASTURA, F. C. H.; NAVEIRO, D. M. Análise e Biomecânica no Manuseio de Crianças em Berços. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE ERGONOMIA, 4.; CONGRESSO BRASILEIRO DE ERGONOMIA, 8., 1997, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ABERGO, 1997. p. 393-399.

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL – INMETRO. Relatório sobre análise em berços infantis. Rio de Janeiro: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, 2007. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2010.

LAUTENSCHLÃGER, B. I. Avaliação da embalagem de consumo com base nos requisitos ergonômicos e informacionais. 2001. 109 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

LIMA, A. L. S.; BENATTI, L. P. Estudo das principais falhas do mercado de mobiliário brasileiro com foco no mobiliário infantil. In: ENCUENTRO LATINOAMERICANO DE DISEÑO, 4., 2007, Buenos Aires. Actas de Diseño... Buenos Aires, 2007.

SILVA, V. L. S. Descrição evolutiva do comportamento exploratório-manipulativo na criança nos primeiros dois anos: Uma Revisão Bibliográfica. Psicologia: Ciência e Profissão, n. 1, p. 51-75, 1982. Disponível em: . Acesso em: 5 jul. 2009.

SOUZA, J.; MERINO, E. Contribuição da ergonomia na avaliação do mobiliário infantil (berço). In: CONGRESSO LATINO AMERICANO DE ERGONOMIA, 7.; CONGRESSO BRASILEIRO DE ERGONOMIA, 12.; SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ACESSIBILIDADE INTEGRAL – Ensino, Pesquisa, Certificação e Ação Ergonômica, 1., 2002, Recife. Anais... Recife: ABERGO, 2002. p. 1-6.

SOUZA, M. O.; SILVA, J. C.; MINETTE, L. J.; GOMES, E. C.; ALBRECHT, C. F. Avaliação do uso de normas técnicas na fabricação de cadeiras de eucalipto. Estudos em Design, v. 15, n. 2, p. 1-18, 2008.
Publicado
2011-06-29
Como Citar
de Oliveira, L. A., Mafra, S. C. T., Silva, V. E., Guimarães, E. M. V., & da Silva, N. M. (2011). Segurança e conforto de um protótipo de berço. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 22(1), 84-110. Recuperado de https://periodicos.ufv.br/oikos/article/view/3604
Seção
Artigos