Família e sociedade

uma leitura virtuosa e em ensaio pela lente das políticas educacionais

Palavras-chave: Família, Políticas Públicas, Família e Sociedade

Resumo

Este ensaio é resultado de uma apresentação para docentes e estudantes do Programa de Pós-Graduação em Economia Doméstica (PPGED) da Universidade Federal de Viçosa em 2017. Ele traz algumas das principais ideias que temos sobre a relação Família e Sociedade e que foram apresentadas naquele momento: a principal temática que constitui o conteúdo do PPGED, e, para além disso, uma fotografia epistemológica da relação entre estudos sobre Políticas Públicas, Escola e a relação Família e Sociedade. O objetivo é fazer um registro e articular elementos que possam elucidar o tratamento dispensado à categoria Família, às interações entre a Família e Sociedade e às Políticas Públicas no mundo contemporâneo. Por fim, elucidar duas dimensões: de um lado, estariam as modificações por que passa a Família contemporânea, em particular, no que se refere às suas relações com instituições centrais da formação dos sujeitos, como o é a Escola; ou com dispositivos bem organizados de sociabilidade, como as Políticas Públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria das Graças Soares Floresta, UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

Doutora em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba na  Área de Políticas e Gestão da Educação. Mestre em Extensão Rural pela Universidade Federal de Viçosa, na  Área de Concentração Pedagogia da Extensão Rural. Especialista em Supervisão Educacional pela Universidade Católica de Minas Gerais. Pedagoga pela Universidade Federal de Viçosa;  Professora da Universidade Federal de Viçosa, Departamento de Educação. Atua junto a  Grupos de Estudo e Pesquisa  nas áreas de Trabalho, Movimentos Sociais e  Políticas Públicas. Coordenou o Programa Nacional Escola de Gestores da Educação Básica Púbica e o Programa Nacional de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação (PRADIME), e outros Programas de Formação Inicial e Continuada de Profissionais da Educação Básica Pública junto ao Ministério da Educação. Integrou a Comissão Nacional para Elaboração dos Referenciais Curriculares para as Licenciaturas Interdisciplinares  do MEC. Foi Diretora do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes da UFV. Vinculada  ao Grupo de Pesquisa Educação, Conhecimento e Processos Educativos (Registro no CNPq em dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5126021810938293).

 

Daniel Vilhas Mauricio da Silva , UNICAMP

Cientista Social graduado pela universidade Federal de Viçosa, Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP.

Referências

BOURDIEU, Pierre. Social space and symbolic power. Sociological Theory, v. 7 , n. 1, , 4. ed., 1989, p. 14-25.
BOURDIEU, Pierre. Razões Práticas - sobre a teoria da ação. Campinas, SP: Papirus, 1996.
BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. [Tradução Fernando Tomaz]. 2 ed., Rio de Janeiro: Bertand do Brasil, 1998.
BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas lingüisticas: o que falar quer dizer. [Trad. Sérgio Miceli]. São Paulo: EDUSP, 1996.
BOURDIEU, Pierre. Escritos de Educação. [Orgs. Maria Alice Nogueira e Afrânio Catani]. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.
BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.
BRASIL. Plano Nacional de Educação – PNE. Brasília: Ministério da Educação. 2014. Disponível em: http://mec.gov.br. Acesso em 25 mar. 2020.
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC. 2017. Disponível no site: http://mec.gov.br. Acesso em 25 mar. 2020.
BRASIL, Base Nacional Comum Curricular para o Ensino Médio. Brasília: MEC. 2019. Disponível no site: http://mec.gov.br. Acesso em 25 mar. 2020.
CHESNAIS, François. A Mundialização do Capital. 2. ed. São Paulo: Xamã, 1996. [Tradução Silvana Finzi Foá].
FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 6. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1986. [Organização e tradução de Roberto Machado].
FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau Editora, 2003.
FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos II - Arqueologia das Ciências e História dos Sistemas de Pensamento – 3. ed., São Paulo: Editora Forense, 2013.
HARVEY, David. A condição pós-moderna - uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições Loyola, 1996.
LARROZA, Jorge. Tecnologias do Eu e Educação. In: SILVA, Tomás Tadeu da. [org.] O sujeito da educação - estudos foucaultianos. Petropólis: Vozes, 1994, p. 35-86.
MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005. [Tradução de Isa Tavares].
POPKEWITZ, Thomas S. Reforma educacional - uma sociologia política - poder e conhecimento em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997. [Tradução Beatriz Affonso Neves].
WITTIG, Monique. The Straight Mind and Other Essays. Boston: Beacon Press, 1992.
Publicado
2019-12-31
Como Citar
Floresta, M. das G. S., & Daniel Vilhas Mauricio da Silva. (2019). Família e sociedade : uma leitura virtuosa e em ensaio pela lente das políticas educacionais. Oikos: Família E Sociedade Em Debate, 30(2), 174-189. https://doi.org/10.31423/oikos.v30i2.9998