Profile of research on elderly people in Brazil. Considering such knowledge, how should social policies for elderly people be developed? A reflection based on CAPES database (1988-2009)

Simone Caldas Tavares Mafra, Rebeca Wong

Resumo


O Brasil não é jovem, é idoso, e pesquisas são necessárias para responder questões emergentes sobre este envelhecimento em curso. Considerando a pesquisa importante na estruturação de políticas sociais ao idoso, utilizou-se o Banco de Dados de Teses da CAPES no período de 1988 a 2009. O ano de 1988 foi o marco, por ser o ano da promulgação da Constituição Federal do Brasil, que coloca família e Estado como responsáveis pela integridade do idoso. O estudo evidenciou que, para estruturar políticas sociais para o idoso a partir de pesquisas, há um caminho extenso a percorrer. As dissertações e teses defendidas e analisadas, encontram-se centradas nas Instituições da Região Sudeste, que tem os melhores indicadores sociais para esta população em renda, moradia, educação, emprego, aposentadoria, intensificando as diferenças no processo de envelhecimento, considerando as demais Regiões. Conclue-se que, as pesquisas em envelhecimento nas Regiões precisam avançar, priorizando gaps apresentados no conhecimento, para que possam subsidiar a estruturação de programas e políticas sociais compatíveis com o perfil de envelhecimento nas diferentes Regiões.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais